Depoimentos

 

Aqui pode encontrar algumas palavras de pessoas com quem trabalhei, pacientes e colegas que, generosamente escreveram um pouco sobre o meu trabalho. Grata!

A Vera é uma excelente profissional, atenta ao detalhe e muito dedicada. É incansável na procura de informação e formação procurando estar actualizada e optimizando os seus recursos profissionais. É de uma excelência na relação com seus colegas e superiores.

 

Mara Costa, Psicóloga Clínica, Lisboa.

Quando cheguei até à Vera já tinha feito vários anos de Psicoterapia Dinâmica, na altura senti que precisava de uma intervenção mais concreta e imediata e procurei o EMDR.

 

A relação que construí com a Vera foi profundamente reparadora, ela é uma profissional exímia, incansável na procura de novidades úteis ao paciente, tendências e em tudo o que possa ser uma ajuda. Enquanto psicoterapeuta foi extraordinária, explicando-me a técnica, resistindo aos meus recuos, incentivando-me os meus avanços, explorando comigo todas as opções e facultando-me os instrumentos que me levaram à melhoria dos sintomas, que não tardaram.

 

Como pessoa consegue aliar, uma forma gentil de ser a um cuidado genuíno que ajuda imenso ao fortalecimento da relação psicólogo-paciente.A todos aqueles que lerem estas palavras e se sentirem identificados, só posso dizer que foi um processo pessoal muito valorizador e que recomendo a todos o que o puderem/ quiserem ou precisarem.

 

R.B. 33 anos (Lisboa)

 

Ao longo da vida vamos colhendo tantas e tantas experiências …vivências, como é suposto, pois faz parte. Viver acarreta assim uma série de interacções com o meio que nos rodeia, incluindo pessoas…acontecimentos e tantas coisas mais num constante movimento e muitas vezes englobando situações que por acumulação nos vão provocando alterações a nível interior.

 

Quando sentimos febre, quando nos dói um dente, quando partimos uma perna ou um braço…é tão simples…tão imediatamente identificável onde nos devemos dirigir para procurar ajuda para o nosso imediato problema. E dentro desta simplicidade, dentro desta normalidade…dirigimo-nos a um qualquer profissional de saúde que nos corrija o problema e falamos sobre ele de forma perfeitamente normal…abertamente, identificando-o sem constrangimentos, sem qualquer inibição…pois é Normal.

 

Mas…as questões que tanto afectam o nosso interior não se vêm com a facilidade de um braço ou uma perna partida…embora provocando tanta ou mais dor. Felizmente existem também os profissionais de saúde adequados. Basta identificar e reconhecer o problema.

 

Sim…a depressão, essa palavra tão curta em letras mas de avassaladora intensidade. Aquela que já li algures que “não é sinal de fraqueza, mas sinal de quem tentou ser forte durante demasiado tempo”… definição muito adequada. Os sintomas são facilmente identificáveis, mas a aceitação e a procura de ajuda não comungam dessa facilidade.E aprendi, entre tantas e tantas outras coisas, que não vale a pena adiar…esperar. Quanto mais cedo dermos o passo, mais cedo resolvemos os nossos problemas e voltamos a viver.

 

Muitos são os terapeutas ao nosso dispor, mas sobretudo neste campo há que optar por alguém verdadeiramente qualificado e com características específicas que definem e diferenciam a opção correcta.

 

A Dr.ª Vera Martins entrou assim na minha vida, como a melhor opção que poderia ter tomado, ajudando-me a reaprender a viver… a começar de novo.

 

A psicoterapia praticada segundo os seus moldes, estabeleceram assim, o grande passo para recomeçar a caminhar, segundo a sua tão particular e crucial máxima “o caminho faz-se andando”.

 

Senti desde a primeira sessão o seu entusiasmo pela vida, pelas pessoas e a possibilidade de ajudá-las. Aos poucos, senti-me renascer. O processo requer tempo, empenho e esperança, muita esperança. O modo como se desenvolveu foi logo desde o início caracterizado pela cor… muita cor. O seu modo de interpretar, entender e aconselhar imprime cor e alegria àquilo que para mim já se tinha transformado em monocromia ou até em total ausência de cor.

 

O seu total e tão explícito empenho em obtermos sucesso neste trabalho, foi-me contagiando à medida que avançávamos. O acompanhamento foi praticado sempre de uma forma muito próxima e incisiva. A sua presença passou a ser praticamente diária, pelo seu interesse em conhecer os meus progressos e saber do meu estado entre consultas numa primeira fase.

 

Foram várias as práticas envolvidas desde a psicoterapia ao EMDR. Este último, algo que eu desconhecia existir, considero ter sido essencial no processo de tratamento.

 

Senti sempre este acompanhamento como proveniente de alguém muito genuíno e que se sente que se envolve e empenha em manter uma aprendizagem constante de modo a crescer visando sempre a melhoria dos processos empregues a cada paciente.

 

A sua forma tão particular de abordar cada questão pressupõe um encontro muito específico e directo com o paciente… sentimo-nos escutados e não apenas ouvidos.O seu olhar sobre cada questão apresentada vai muito para além de uma abordagem baseada em termos técnicos, colocando-nos sempre um passo à frente de cada problema. O tal passo que tanto é preciso aprender a dar. Existe sempre uma solução ou até várias para cada questão, o que origina uma esperança e um modo de encarar tudo de forma positiva e alcançável.

 

O modo eficaz da sua prática, pressupõe logo desde o início o entendimento de como funciona o nosso cérebro, tornando-se muito mais fácil reformular todo o mecanismo de raciocínio e utilizar a inteligência emocional em nosso favor.

 

As habilidades comportamentais orientadas pela Dr.ª Vera Martins instalaram-se assim no meu dia-a-dia e acompanham-me até hoje, bem como as suas palavras, genuinidade e contagiante sentido de humor. Para além de ter reaprendido a viver… igualmente importante… voltei a sonhar, intrinsecamente ligados, vida e sonho… o tal que comanda a vida.

 

S. F., Lisboa